terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Prévia da inflação oficial acelera em fevereiro e acumula alta de 2,35%

Dinheiro

A prévia da inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), teve variação de 1,42%, em fevereiro, e ficou 0,5 ponto percentual acima dos 0,92% da da taxa de janeiro, de acordo com dados divulgados hoje (23) pelo Instituto Brasileiro de geografia e Estatística (IBGE). O aumento foi o maior para os meses de fevereiro desde 2003, quando a taxa registrou 2,19%.

Com o resultado de fevereiro, o IPCA-15 – prévia do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país – acumula alta de 2,35% nos dois primeiros meses do ano. Em fevereiro do ano passado, a alta chegou a 1,33%. Considerando os últimos 12 meses, o índice foi para 10,84%, o maior desde novembro de 2003, que chegou a 12,69%.
Pressão
As influências mais fortes na composição do IPCA-15, segundo o IBGE, são resultado dos grupos Alimentação e Bebidas, com variação de 1,92% e impacto de 0,49 ponto percentual, Transportes, com 1,65% e 0,3 ponto, e Educação, com 5,91% e impacto de 0,27 ponto percentual. Juntos, os três grupos responderam por 75% do IPCA-15

FONTE.agenciabrasil

Vídeo mostra homossexual sendo agredido no Terminal Urbano de Rio Branco

Dois rapazes agrediram um homossexual no Terminal Urbano de Rio Branco, no final de semana. O vídeo da agressão começou a repercutir nas redes sociais nesta segunda-feira, 22. O vídeo foi feito através de um celular.
Depois de ser agredido de forma violenta, o homossexual pega uma faca e sai atrás de um dos agressores. Enquanto várias pessoas assistem as agressões. Não se sabe a razão da briga.
Assista o vídeo:



FONTE.AC24horas.com

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Dilma pede ao STF rejeição de recurso da Câmara no processo de impeachment

A Advocacia-Geral da União (AGU), representando a presidenta Dilma Rousseff, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF), manifestação em que pede o desprovimento do recurso enviado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que questiona o rito definido pela Corte para o processo de impeachment.
“Diante do exposto, a Presidenta da República requer, em preliminar, o não conhecimento dos presentes embargos, tendo em vista a ausência de acórdão formalizado que possa ser objeto de questionamento. Acaso ultrapassada a questão preliminar, o que se admite por eventualidade, requer o desprovimento [rejeição] dos embargos de declaração opostos pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados”, diz o texto.
A manifestação, protocolada na noite de sexta-feira (19), foi solicitada pelo ministro Luís Roberto Barroso para julgar o recurso em que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tenta modificar o julgamento no qual a Corte decidiu invalidar, em dezembro do ano passado, a eleição da chapa avulsa para formação da comissão especial da Casa que conduzirá o processo de impeachment. Cunha sustenta também que os senadores devem dar prosseguimento a decisão que for tomada pelos deputados.
O documento é assinado pelo advogado-Geral da União substituto Fernando Luiz Albuquerque Faria. No início da manifestação, o texto analisa o fato de o recurso ter sido apresentado por Cunha antes da publicação do acórdão, o texto final da decisão. “Como apontar omissão, contradição ou obscuridade em acórdão ainda não formalizado?” E completa: “Sendo assim, como o acórdão do julgamento de mérito desta arguição ainda pende de formalização e publicação, os presentes embargos de declaração são intempestivos, não merecendo conhecimento."
Enviado pela AGU, o documento defende que não há, na decisão do STF, contradição ou “premissa equivocada” com relação “à impossibilidade de existência de candidatura avulsa para a formação da Comissão Especial de impeachment”, como alegado pela Câmara. Em dezembro do ano passado, por 6 votos a 5, a Corte entendeu que a comissão deve ser formada por representantes indicados pelos líderes dos partidos, escolhidos por meio de chapa única, e não por meio de chapa avulsa. O documento discorda ainda do posicionamento da Câmara quanto outros pontos como por exemplo, o papel Senado no processo.
Na sexta-feira, a Advocacia do Senado também enviou manifestação sobre o tema na qual defende que a Casa não é obrigada a seguir a decisão que for tomada pela Câmara dos Deputados no processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A manifestação também foi solicitada pelo ministro Luís Roberto Barroso.
O recurso de Cunha foi apresentado em 1º de fevereiro. No dia 5 deste mês, Barroso decidiu que a Presidência da República e o Senado Federal deveriam se manifestar sobre o recurso.
Em uma segunda etapa, a Advocacia-Geral da União e a Procuradoria-Geral da República também serão ouvidas sobre o assunto e também terão prazo para apresentarem pareceres. Apenas após essas manifestações, Barroso decidirá sobre o recurso. Segundo o ministro, a medida é necessária pela relevância da ação e pela necessidade de se preservar o princípio do contraditório e da ampla defesa.

FONTE.Agência Brasil

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Imagem da Virgem Maria aparece durante forte chuva em município próximo a Cruzeiro do Sul

                                               nossa senhora (3)

Uma aparição da Virgem Maria na última terça-feira (16), no município amazonense de Ipixuna, a poucos quilômetros de Cruzeiro do Sul (AC), deixou muitas pessoas curiosas e impressionadas.

Fotografias enviadas à ContilNet por Edmudo Lima, que faz parte do grupo Esperança Viva, da Igreja Católica em Cruzeiro do Sul, mostra uma imagem em um poste da cidade que, segundo ele, seria a mãe de Jesus Cristo.
Edmundo diz que as freiras de Ipixuna entraram em contatos com as Irmãs Franciscanas, de Cruzeiro do Sul, para contar sobre a aparição que foi vista por centenas de pessoas.
nossa senhora1
“Chovia muito forte em Ipixuna, e quando ocorreu uma grande trovoada com relâmpago, as pessoas puderam ver a imagem em um poste, que apesar da chuva não ficou molhado”, conta Edmundo.
A imagem ficou visível das 6 horas da tarde até as dez da noite, diz Lima, e centenas de pessoas que moram no município foram ao local para vê-la. “A cidade parou para olhar”, diz Edmundo.
FONTE.contilnetnoticias

Pesquisa publicada na Folha de São Paulo mostra crescimento do número de eleitores anti-PT

O número de pessoas que dizem preferir o partido de Lula de Dilma despencou nos últimos anos
                                           antipt
Uma matéria publicada neste domingo na Folha de São Paulo mostra que aumenta a cada dia o número de eleitores que não toleram o Partido dos Trabalhadores (PT). A conclusão partiu de uma pesquisa realizada pelo cientista políticos Davi Samuels, professor da Universidade do Minnesota (EUA), e Cesar Zuco Junior, da Fundação Getúlio Vargas.
O estudo diz que os “antipetistas puros” saltaram de 7,49% do eleitorado em 1997 para 11,44% em 2014. “E já representa um grupo proporcionalmente maior que a soma de pessoas que declaram preferência pelo PMDB e PSDB”, diz Folha.
Clique AQUI para ver matéria completa
FONTE.contilnetnoticias

Proposta de Jorge Viana para reduzir número de parlamentares ganha apoio popular

                                  Iniciativa busca diminuir um terço no número de senadores e 25% no número de deputados federais
A Proposta de Emenda à Constituição de autoria do senador Jorge Viana que propõe a redução no número de senadores e deputados federais já ganhou mais de 150 mil assinaturas de apoio no portal E-cidadania, do Senado Federal, que abre consulta ao público sobre projetos em tramitação na Casa. Na FanPage do Senado, foram, até o final desta semana, mais de 50 mil curtidas, 7 mil comentários e 42 mil compartilhamentos na postagem sobre o assunto.
A PEC 106/2015, apresentada pelo Vice-presidente do Senado, pretende reduzir em um terço o número de assentos no Senado e em 25% o número de deputados. O texto, que vai tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), altera os artigos 45 e 46 da Constituição e reduz de 513 para 385 o número de deputados, estabelecendo que nenhuma unidade da federação terá menos de seis ou mais de 53 deputados.
“Acho que é uma maneira de procurar valorizar o parlamento. Reduzindo o número de parlamentares, a gente termina que, indiretamente, fortalece a democracia. Vai ficar mais difícil ser parlamentar e eu acho que os melhores vão ter mais chances”, defende Viana.
Para mostrar que o Brasil pode fazer essa mudança, Viana cita o exemplo dos Estados Unidos, país igualmente extenso, cujos estados elegem apenas dois senadores cada um. O senador destaca a economia que isso significará para os cofres públicos e observa que preserva, no projeto, o equilíbrio hoje existente no Congresso. A proposta assegura os mandatos dos atuais deputados e senadores, ocupantes das vagas a serem extintas.
Ao definir que cada estado e o Distrito Federal elegerão dois senadores, a proposta determina que a composição do Senado baixará de 81 para 54 integrantes. É mantido o mandato de oito anos, assim como a renovação da Casa pela metade, de quatro em quatro anos. E os senadores eleitos na última renovação de dois terços do Senado, bem como os respectivos suplentes, terão seus mandatos assegurados.
Embora reconhecendo o papel do Congresso para a democracia representativa, com as diferentes ideologias representadas na Câmara, e o equilíbrio da federação assegurado pelo Senado, Jorge Viana considera sensato o enxugamento das duas Casas.
O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) aceitou ser o relator do projeto. Jorge Viana reconhece que o projeto deverá encontrar resistência tanto no Senado quanto na Câmara, mas acredita que com a força da opinião pública, ele pode ser aprovado. “Eu acho que o divisor de águas será a recepção dessa proposta pela opinião pública. Se tivermos apoio da sociedade, pode ser que a gente consiga viabilizar aqui no Senado e na Câmara”.
FONTE.AC24horas.com

sábado, 20 de fevereiro de 2016

POPULAÇÃO FECHA PONTE DO MUNICÍPIO DE TARAUACÁ PARA CHAMAR A ATENÇÃO DAS AUTORIDADES

Nesta sábado, 20 de fevereiro de 2016, às 10 horas, na cidade de Tarauacá, no Estado do Acre, a população realizou um protesto que resultou no bloqueio da passagem de veículos pela ponte sobre o rio da cidade durante o período de 40 minutos. A ideia foi chamar a atenção das autoridades para a situação em que obra que custou 45 milhões de reais, inaugurada em 2011, mas, foi interditada em maio de 2014, por causa de um desbarrancamento que comprometeu o acesso a uma de suas cabeceiras. 
O movimento foi pacífico e que teve como linha de frente, a União da Juventude Socialista, as Associações de Moradores, Rádio Comunitária Nova Era FM e Sinteac. A manifestação não teve vinculação política e contou com a participação de muitos jovens, líderes comunitários, moradores dos bairros próximo ao local. 
O prefeito em exercício Chagas Batista, esteve no local apoiando a manifestação, assim como o Deputado Estadual Jesus Sérgio, os vereadores Janaina Furtado e Manoel Monteiro, Secretário Municipal de Esportes e Cultura João Maciel, o Presidente do Sinteac Eurico Paz, os presidentes das diversas associações de moradores do município, comerciantes e população dos bairros. 

A Polícia Militar esteve no local para garantir a segurança dos manifestantes. Nenhum tipo de ocorrência de ação violenta foi registrado no local. Os manifestante permitiram a passagem dos veículos de polícia, bombeiros, ambulância e transporte coletivo. 
Os manifestantes reivindicam a imediata recuperação da ponte que desde 2014 quando teve uma de suas cabeceiras afetadas pelo desbarrancamento do rio. Na época o Deracre em parceria com o DNIT, Exército Brasileiro e Prefeitura, fizeram um trabalho de instalação de uma rampa metálica no local, garantindo assim que o trafego não fosse interrompido. A ponte passou a funcionar com apenas uma de suas pistas liberada. A promessa era que seria realizada uma obra de contenção do desbarrancamento do rio. De lá pra cá nada foi feito e a população do município e de todo o vale do Juruá corre o risco de ser isolada.

O ato de hoje foi apenas um alerta. Ficou combinado que dentro de um mês se não houver manifestação dos governos o movimento vai bloquear a ponte por tempo indeterminado.O bloqueio da ponte durou 40 minutos