domingo, 26 de outubro de 2014

Tião Viana supera Marcio Bittar em mais de 9 mil votos e é reeleito governador do Acre

tiao-reeleitoTião Viana teve 51,29% dos votos válidos neste segundo turno no Acre/Foto: Sérgio Vale
Com 51,29% dos votos validos, Tião Viana (PT) foi reeleito governador do estado do Acre. Viana ganhou do adversário Marcio Bittar (PSDB) que obteve 48,71% dos votos válidos. A diferença entre Viana e Bittar foi de 9.851 votos de diferença.
Tião Viana ganhou nos dois principais colégios eleitorais do Acre, Rio Branco e Cruzeiro do Sul. Em Rio Branco Viana obteve 50,59% dos votos válidos, contra 49,41 de Bittar. A diferença de votos na capital foi de 2.311 votos. Em Cruzeiro do Sul, o candidato petista obteve 51,09% dos votos válidos contra 48,91% de Bittar, totalizando uma diferença de 760 votos. Marcio Bittar obteve maior número de votos em Sena Madureira, onde conquistou 9.148 contra 7.045 de Viana.Está foi a terceira vez que o Acre decidiu uma eleição em segundo turno. A última vez que a disputa tinha sido arrastada para um segundo turno foi em 1994, há exatos 20 anos quando Orleir Cameli venceu Flaviano Melo.
De médico a político: veja a trajetória de Tião Viana
Sebastião Afonso Viana Macedo Neves, mais conhecido como Tião Viana, (Rio Branco, 9 de fevereiro de 1961) é um médico e político brasileiro, graduou-se em medicina na Universidade Federal do Pará, entre 1981 e 1986.
Em 1987, concluiu o Curso de Especialização em Medicina Tropical, do Núcleo de Medicina Tropical da Universidade de Brasília/Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro. No ano seguinte, fez pós-graduação em Clínica Médica no Hospital Universitário de Brasília.
Em 1994, entrou em uma disputa eleitoral pela primeira vez, quando foi candidato a governador do Acre, obtendo o 3º lugar, com 24% dos votos. Em 1998, foi eleito ao Senado Federal.
Quando era vice-presidente da casa, assumiu interinamente a presidência do Senado de 15 de outubro a 11 de dezembro de 2007, quando o então presidente Renan Calheiros afastou-se e, em seguida, renunciou ao cargo. Uma nova votação elegeu Garibaldi Alves Filho, do PMDB, para comandar o Senado.
Concorreu à presidência do Senado em fevereiro de 2009, sendo derrotado pelo Senador José Sarney por 49 votos a 32.
Em 3 de outubro de 2010, foi eleito governador do Acre no primeiro turno com 50% dos votos válidos. Seu irmão, Jorge Viana, ex-governador do estado, foi eleito senador no mesmo pleito.
Fonte.contilnetnoticias.com.br/

Após 20 anos, Acre escolherá governador em 2º turno das eleições

Marcio Bittar e Tião Viana avaliam debate na TV Acre (Foto: Yuri Marcel/G1)
Com a disputa entre Marcio Bittar, do PSDB e Tião Viana, do PT, os eleitores acreanos terão que voltar às urnas pela primeira vez em 20 anos para eleger um governador no segundo turno, no próximo domingo (26).  A última vez que dois candidatos ao governo do estado foram decididos no segundo turno foi em 1994.

O voto ainda era manual e na disputa ao governo do Acre e quatro candidatos se enfrentavam: Duarte José do Couto Neto, do Prona, Flaviano Melo, do PMDB, Orleir Cameli, do agora extinto Partido Progressista Reformador (PRP) e o atual governador e candidato à reeleição em 2014, Tião Viana (PT).

De acordo com a base de dados divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com 79.331  votos válidos, o equivalente a 46,80% do eleitorado, Cameli acabou ficando em primeiro lugar no primeiro turno, seguido de Flaviano Melo, que obteve 46.280, o equivalente a 27,30% dos eleitores.
Curiosamente Tião Viana, que nas eleições de 2014 disputa o segundo turno com Marcio Bittar, do PSDB, acabou ficando no terceiro lugar em 94, com apenas 41.830 votos, o equivalente a 24,68% dos eleitores. Viana seria depois eleito por duas vezes senador da República nas eleições de 1998 e 2006 e só voltaria a disputa para governo em 2010, quando acabou sendo eleito.
Mas o segundo turno em 94 acabou ficando mesmo entre Orleir Cameli e Flaviano Melo. Cameli, falecido em maio de 2013 vitimado por um câncer no intestino. Orleir era empresário e havia entrado para a política em 1992, ocasião em que acabou também sendo eleito prefeito de Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre a 648 km da capital Rio Branco. Quinze meses após a eleição, ele deixou o cargo para tentar o executivo estadual.

Orleir Cameli (a direita) e Flaviano Melo disputaram o segundo turno nas eleições de 1994, no Acre (Foto: Reprodução)
Já o engenheiro civil Flaviano Melo, que hoje é deputado federal pelo Acre, em 1994 já havia sido prefeito de Rio Branco, entre 1983 e 1986, e governador do estado, entre 1987 e 1990. Em 1994, ele era ainda senador da República pelo Acre
Na disputa entre os dois, Cameli manteve e ampliou a vantagem  que havia tido no primeiro turno sobre o adversário e obteve 53,66% dos votos, ou seja 91.997 votos.  Enquanto isso, Melo ficou em segundo com 46,34%, ou 79.436 votos.

Cameli ficou no poder até 31 de dezembro de 1998, quando foi substituído por Jorge Viana (PT), depois disso não exerceu mais nenhum cargo público.


FONTE.G1

Conselho de Contabilidade divulga edital de concurso público; salário chega até R$ 2 mil

concurso
O Conselho Regional de Contabilidade (CRC) do Acre divulgou nesta sexta-feira (24) o edital para o concurso público que oferece seis vagas e cria cadastro de reserva para diversas áreas. Os salários variam de R$ 800 a R$ 2 mil.
Os interessados poderão efetivar as inscrições por meio do site www.crcac.org.br a partir das 8 horas do dia 27 de outubro, encerrando às 23h59 do dia 24 de novembro. A taxa de inscrição é de R$ 40 para os cargos de Nível Fundamental, R$ 60 para os cargos de Nível Médio e R$ 80 para os cargos de Nível Superior.
O pagamento da taxa poderá ser realizado até o dia 25 de novembro. No dia 1º de dezembro, o candidato poderá verificar a confirmação da inscrição.
As oportunidades de trabalho são para Auxiliar de Serviços Gerais e Motorista (fundamental); Agente Administrativo, Técnico em Contabilidade e Técnico em Informática (médio); e Analista Administrativo e Contador (Superior).
A empresa responsável pela seleção dos candidatos é a Portinari Educacional.
As provas objetivas e de redação estão previstas para o dia 21 de dezembro, apenas em Rio Branco.
Os candidatos que necessitarem de atendimento especial ou declararem ser portador de alguma deficiência deverão informar a Portinari até o dia 11 de novembro, seguindo as regras previstas em edital.
Os interessados poderão efetivar as inscrições por meio do site www.crcac.org.br

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Sabiá

REMUNERAÇÃO DE PROFESSOR: Corrigir provas e lançar notas gera horas extras

O tempo destinado ao preparo de aulas e à correção dos trabalhos e provas está incluído no período remunerado de aulas ministradas pelo professor. O entendimento é da 3ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul, que mandou pagar a uma professora as horas dispendidas com correções de provas e com o lançamento das notas no site do Colégio Notre Dame, no município de Passo Fundo. O acórdão foi lavrado na sessão de julgamento do dia 31 de julho.

A sentença da 4ª Vara do Trabalho local deferiu o pagamento de duas horas extras por mês, por reconhecer como trabalho a participação da autora nas reuniões pedagógicas mensais, que tinham esta duração. O juiz do Trabalho Roberto Teixeira Siegmann indeferiu, no entanto, as horas decorrentes de participação em outros eventos — reuniões de pais e professores, eventos e festividades escolares, entrega de boletins e pareceres, atualização de notas no site da escola e demais atividades extraclasse.

Para o juiz, nas festividades não há direito a hora extra se houve compensação com folga no dia posterior. A simples convocação para as reuniões, por outro lado, não prova efetiva participação. E, por fim, a atividade de registro de notas tem sua remuneração incluída no número de aulas semanais, conforme disposto no artigo 320 da Consolidação das Leis do Trabalho.
Em segundo grau, ao analisar o caso, a relatora do recurso, desembargadora Maria Madalena Telesca, não viu provas de efetiva participação em vários eventos, assim como constatou contradições no depoimento das testemunhas nesse quesito. Estas, entretanto, foram firmes em atestar que a autora fazia o lançamento de notas no site da escola a partir de sua residência.
‘‘Ao contrário do entendimento adotado pelo magistrado de origem, entendo que o artigo 320, da CLT, não limita a remuneração dos professores à prestação das aulas. Estabelece, tão-somente, que a remuneração deve ser fixada com base no número de aulas’’, destacou a relatora.
Para ela, o artigo 67 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei 9.394/1996) reconhece o direito dos professores a um período reservado a estudos, planejamento e avaliação, incluído em sua carga horária, citando jurisprudência assentada na turma.
‘‘Assim, por certo que a tarefa de corrigir provas e lançá-las no site da escola deve ser remunerada, até mesmo porque a facilidade oferecida pela instituição de ensino funciona como um atrativo para que os pais optem pela referida instituição na hora de escolher a escola de seus filhos, o que propicia maior vantagem econômica à reclamada’’, concluiu a relatora, determinando o pagamento de três horas mensais.
Clique aqui para ler a sentença e aqui para ler o acórdão.

http://www.conjur.com.br/2013-ago-13/corrigir-provas-casa-lancar-notas-gera-horas-extras-professor

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Maternidade de Cruzeiro é beneficiada com aparelho para UTI Neonatal.

10743649_720687068015382_1499594723_n
Devido à falta do aparelho, recém nascidos eram encaminhados para Rio Branco para realização de exames.
A partir de agora, crianças que nascerem no Hospital de Materno Infantil de Cruzeiro do Sul e que necessitarem de cuidados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), já podem contar com um novo aparelho para realização de exames. O novo equipamento vai auxiliar através de diagnósticos mais precisos, na  recuperação de recém nascidos prematuros e com insuficiência cardiorrespiratória.
A máquina é responsável pela medição dos gases presentes na corrente sanguínea dos recém nascidos, mediante essa informação é liberado a quantidade correta de ventilação para o bebê nas incubadoras.
Segundo dados do Hospital Infantil, desde o início do ano até o mês de agosto, já nasceram 2011 bebês na Unidade, por dia é realizado de  dois a  dezesseis partos, sendo que desses,  cerca de 10%  dos recém nascidos necessitam ser encaminhados para acompanhamento na UTI.
10735873_720687124682043_335810141_n
Segundo a gerente geral da Maternidade de Cruzeiro do Sul, Fabiana Gomes Ricardo, desde o início do ano o estado já gastou mais de R$ 2 Milhões de reias com despesas de aeronaves para  envio de  116 pacientes, destinadas a fazer tratamento em  Rio branco.
A partir do próximo mês o serviço será estendido para  pacientes do hospital do Juruá.
Erisney Mesquita da Redação do Juruaonline.

Jacaré de cinco metros é capturado vivo com retroescavadeira no Amapá

Animal sendo transportado para o quartel da PM de Calçoene (Foto: Reprodução/TV Amapá)

A captura de um jacaré de quase cinco metros e 400 quilos no Rio Calçoene virou atração no município de Calçoene, distante 374 quilômetros de Macapá. O animal que permanece amarrado vivo desde a manhã de quarta-feira (22) estava assustando pescadores e banhistas da cidade, que já haviam relatado à policia as aparições do animal próximo à orla.
O tenente da Polícia Militar Pedro Costa Silva relatou que foi necessária uma força-tarefa entre as equipes de segurança da cidade para a captura do animal, que já teria atacado uma embarcação. "Identificamos que era uma fêmea, e pedimos a autorização da promotora da cidade para abatê-la em função do risco que ela oferecia para a população. Em rondas pela água, encontramos ela próximo ao balneário do Rio Calçoene. Tivemos que laçar o jacaré e puxar para a beira do rio", detalhou.
Animal permanece imobilizado até a visita de técnicos do Ibama (Foto: Reprodução/TV Amapá)
"Aqui próximo a cidade é um perigo para a população, e com essa avaliação do Ibama vamos saber se ele será transportado para um local mais seguro onde poderá viver sem riscos, como o Lago Piratuba, em Pracuúba", antecipou o tenente, dizendo que nunca viu um animal tão grande na região.O jacaré da espécie Açu, uma das maiores da Amazônia, foi retirado do rio com o uso de uma retroescavadeira para a sede do quartel da PM de Calçoene, onde permanece imobilizado até a chegada de veterinários do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama). Os técnicos vão avaliar as condições do animal para o retorno à natureza.
Durante todo o dia, os moradores curiosos de Calçoene e de distritos próximos têm visitado o jacaré para registrar fotos e olhar mais de perto a fêmea, que segundo o tenente estaria próximo da cidade para desova. "Pelo tamanho da barriga, ela se aproximou da cidade para encontrar um lugar alto e seco para botar os ovos", acredita.
Uma outra mobilização está sendo feita na cidade para a captura de um jacaré macho que teria sido visto por moradores junto com o animal preso. Os relatos dão conta que ele seria maior que a fêmea capturada. "Para essa nova ação, estamos recomendando que os moradores evitem o banho no rio por enquanto, porque não podemos medir o nível de agressividade do macho diante da captura da companheira", alerta o militar.
FONTE.G1