quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Rio Juruá ultrapassa 11m e atinge primeiras casas em Cruzeiro do Sul

Ribeirinhos começam a usar canoas com a cheia do Rio Juruá, que passou de 11 metros (Foto: Anny Barbosa/G1)

O nível do Rio Juruá continua subindo em Cruzeiro do Sul e nesta quarta-feira (10) passou dos 11 metros. Segundo a medição do Corpo de Bombeiros, o nível está em 11,13 metros, a 67 centímetros da cota de alerta, que é de 11,80 metros. Esse ano, o Rio Juruá não atingiu a cota de alerta, porém, algumas casas às margens do manancial já foram atingidas pela água e preocupa os moradores.
Preocupada com a subida repentina do rio, a dona de casa Celí de Menezes, de 49 anos, foi buscar a mãe, a aposentada Malvira de Menezes, de 80 anos, que reside em uma das casas onde a água já alcançou as escadas.
“Eu vim buscá-la para levar para minha casa. A água já está na escadaria e ela está doente.Tem todo tipo de porcaria nessas águas. Vim buscar ela hoje [quarta,10] antes que encha mais” explica.
Hélio Bussons, de 46 anos, diz que já se prepara para a cheia do rio todos os anos e que a única forma de conseguir sair é por meio fluvial.“Já encheu bastante em pouco tempo e nós estamos aguardando que venha mais água. O transporte é esse mesmo, só de canoa e passando por baixo das casas”, conta.
A aposentada Helena da Silva, de 69 anos, diz que se apega à fé para enfrentar a enchente do Rio Juruá. “Tem que rezar e pedir a Deus que tenha misericórdia de nós e que seja um inverno mais calmo. E também é preciso ter uma canoa, senão fica isolado aqui”, completa.
Helena acredita que a cheia deste ano não será como a de anos anteriores e se emociona ao lembrar do filho que morreu afogado dois anos atrás em durante uma enchente.“Essas águas estão calmas ainda, já teve cheias maiores, como ano passado e retrasado, quando eu perdi meu filho que se afogou em uma enchente. Pior tristeza da minha vida” conta emocionada.
Entenda o caso
Nos últimos dois dias, o volume de chuvas na região de Cruzeiro do Sul, interior do estado, tem aumentado significativamente, fazendo com que o nível do Rio Juruá tivesse uma rápida subida. De acordo com a Defesa Civil Municipal, em 48h o rio subiu 2 metros e atingiu a marca de 10,66 metros na terça-feira (9).
Mesmo estando com esse nível, o rio continua abaixo do esperado para esse período do ano.
O Corpo de Bombeiros faz aferições diárias, mas o volume de água tem se mantido abaixo da cota de alerta, que é de 11,80 metros.
FONTE.G1

Quatro pessoas estavam em avião que caiu em Manuel Urbano, informa dono da aeronave; “Nunca mais ando de avião”, disse criança que saiu ilesa do acidente

aviao
Quatros pessoas estavam no avião bimotor (Seneca) que caiu por volta das 15h desta quarta-feira, 10, logo após decolar da pista do aeródromo de Manuel Urbano, cidade no interior do Acre, informou o proprietário da aeronave Mário Jorge Matos. Não houve vítima fatal. Estavam no bimotor, além do piloto Maycon de Souza, filho do dono da aeronave, uma mulher por nome de Luana e duas crianças, uma de oito anos de idade e um bebê, que era levado pela mulher. O voo seguiria para Santa Rosa do Purus.
“Eu tava na pista e vi como aconteceu. A criança de oito anos saiu ilesa porque ela tava sentadinha bem no meio. Ela saiu andando do avião dizendo pra mim que nunca mais ia andar de avião. A criancinha de colo não sofreu nada, nada. Já disseram que era oito pessoas, mas não era”, conta Mário Jorge.
As duas crianças sofreram apenas com o susto da queda. A mulher teve uma alteração na pressão e foi encaminhada ao hospital de Sena Madureira a mando da médica que a atendeu na unidade de saúde de Manuel Urbano. Já o piloto sofreu um corte na cabeça e precisou ser trazido para Rio Branco numa ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência. Houve demora no transporte para a capital porque a viatura acionada para atender o piloto saiu da cidade do Bujari, a mais de 200 km de Manuel Urbano. Segundo o pai da vítima não há ambulâncias do Samu em Sena e Manuel Urbano.
“A situação mais grave foi mesmo com meu filho, o piloto. Foi um corte na testa que desceu o couro todo da testa, mas eu fui lá e eu mesmo tirei ele do avião e o trouxe pro hospital aqui de Manuel Urbano.”
Uma pane teria ocasionado a queda. “A gente checou o avião tudo bacaninha. Tá tudo bacana. Aí ele fez a carreira e subiu. Quando ele subiu esquentou o motor e falhou. Falhou, falhou, não deu potência no avião e ele tentou retornar pra voltar, mas como avião tava muito baixo o motor não segurou. Deus quem botou a mão. Foi Deus”, diz.
Maycon dos Santos é habilitado há seis anos para pilotar aeronaves de pequeno porte. O avião havia passado por uma revisão há pouco tempo, segundo Mário Jorge. As causas reais do acidente serão investigadas.
FONTE.AC24horas.com

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Vídeo: homem agride mulher com voadora em estacionamento do Guará



Um vídeo, feito por uma moradora do Guará 2, mostra uma mulher sendo agredida com uma voadora por um homem que seria o seu próprio companheiro. Na filmagem, fornecida ao Correio por uma leitora que pediu para ter o nome preservado, o casal aparenta estar discutindo em um estacionamento.
O ataque ocorre quando uma mulher, de cabelos loiros, aparece caminhando entre os carros. Nesse momento, o agressor, de roupa preta, corre e chuta a vítima, que cai ao ser atingida na altura do quadril. A agressão aconteceu na madrugada deste domingo (7/2), por volta das 5h, na Área Especial 2, próximo ao edifício Via Boulevard.

"Tudo começou com xingamentos por parte do homem, que alegava estar trabalhando. Os dois não paravam de discutir. Eles foram subindo a rua. Ele na frente, e ela, atrás. Ele dizia: 'Sai de perto de mim. Não venha atrás de mim'. E a mulher, insistentemente, continuava", narra a moradora, que fez as imagens da janela de um prédio.

"Ele tacou uma pedra muito grande, que chegou a pegar em um dos veículos estacionados. Em seguida, a segurou pelo pescoço. Depois disso, comecei a filmar, pois achei que a agressão pioraria. E piorou, na hora em que ele deu um chute muito forte nela, que caiu no chão, provavelmente desmaiada. Posso afirmar que ela ficou por mais de dois minutos na mesma posição", continuou.

Segundo a testemunha, minutos após agredir a mulher, o homem voltou, a levantou e os dois entraram em um dos pavimentos de uma loja de ferragens da região. "Pela proximidade das vozes, acredito que eles moram lá. A mulher estava com muita dificuldade de andar. Quando entraram, ouvi um grande barulho de portão batendo. Não sei se ele a jogou contra o portão. Continuaram a briga, mas não deu para filmar mais."

Apesar de afirmar que ligou para a Polícia Militar, a dona do vídeo conta que nenhuma viatura apareceu no endereço informado. Por meio da assessoria, a corporação afirmou desconhecer o episódio. À reportagem, a 4ª DP (Guará) respondeu que, até fim da manhã, também não tinha conhecimento do caso. De acordo com a unidade, mesmo que as imagens comprovem a agressão, a ocorrência só pode ser registrada com a presença da vítima.


FONTE.correiobraziliense

Popó persegue ladrão e recupera corrente roubada no carnaval de Salvador

Instagram/Reprodução

Quatro vezes campeão mundial de boxe, Acelino Freitas, o Popó, fez “justiça” com as próprias mãos neste carnaval. Em sua conta pessoal no Instagram, o ex-pugilista postou uma montagem de duas fotos: à esquerda, aparece conversando com um oficial da Polícia Militar; à direita, um homem algemado com as mãos para trás e sem camisa. 

Na legenda da imagem, Popó disse que o ladrão “tentou assaltar a pessoa errada” e que “campeão que é campeão sempre tem um último fôlego”. Ele fez questão de ressaltar que não foi preciso agredir ninguém, mas levou ao delírio os seguidores na rede social


FONTE.correiobraziliense

Médicos da UPA do 2º Distrito são impedidos de se alimentarem durante o Carnaval

Médicos da UPA do 2º Distrito são impedidos de se alimentarem durante o Carnaval
Os médicos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do 2º Distrito estão passando fome e estão sendo impedidos de almoçar durante o plantão do Carnaval. O motivo é que o existiria uma espécie de controle por parte da direção que estaria oferecendo um tipo de vale-alimentação, e os profissionais que perderem o ticket deixam de comer.
Segundo uma das médicas constrangidas, houve uma redução da quantidade de comida oferecida e a pessoa precisam levar o talher de casa.
“Eles alegaram que estão oferecendo ticket para não oferecer comida a estagiários, assim, temos que guardar um pedaço de papel [o vale-alimentação], que, se a gente perder, não come. Isso aconteceu comigo neste domingo e aconteceu com uma técnica de enfermagem outro dia”, denunciou a médica que não quis ser identificada.
Segundo o presidente em exercício do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), Guilherme Pulici, esse tipo de limitação e controle causa estresse em toda a equipe precisa atender a população.
“É um tratamento desumano e demonstra a falta de competência da direção em garantir os direitos mínimos do trabalhador. Eles se alimentam no refeitório da UPA, todos se conhecem e este controle serve apenas como uma forma de assédio moral”, relatou o sindicalista.
Além dos problemas com a alimentação, o Sindmed-AC recebeu também relatos da falta de estrutura, da falta de segurança e da falta de dignidade no repouso.
“Todas as reclamações serão encaminhadas ao Ministério Público. Vamos cobrar novamente do governo as melhorias que deveriam ter sido implementadas”, detalhou Guilherme Pulici.
O presidente interino do Sintesac, João Batista disse que tomará providências sobre o caso que está afetando todos os profissionais da saúde.
FONTE.AC24horas.com

INSS divulga retificação para concurso com vagas para o Acre


Mais uma retificação foi publicada em relação ao concurso público do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). A informação é do site “PCI Concursos”.

De acordo com a publicação, desta vez o documento trata de dois itens relacionados ao tópico de descrição das atividades. As alterações foram feitas e publicadas no “Diário Oficial da União” desta sexta-feira (5). O certame vai preencher 950 vagas entre os cargos de analista do seguro social, com formação em serviço social (150) e técnico do seguro social (800), que exige nível médio.

Além do Acre, há oportunidades distribuídas em mais de 600 municípios, nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Paraná, Bahia, Paraíba, Ceará, Pernambuco, Sergipe, Maranhão, Alagoas, Piauí, Goiás, Roraima, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Amapá, Amazonas, Pará, Tocantins, Rondônia e Distrito Federal.

FONTE.contilnetnoticias

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Sinteac convoca assembleia para deliberar data para início de greve dos professores do Estado

                                             rosanacorteponto

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinteac), Rosana Nascimento, convocou uma assembleia-geral para deliberar sobre a dada do início da greve dos professores e funcionários administrativos. A consulta acontecerá logo após o Carnaval, no dia 12. A pauta de reivindicações é a mesma que resultou da greve de 65 dias em 2015. O governo não apresentou nenhuma proposta, mantenho a promessa de conceder reajustes apenas em 2017.
“Chegamos à metade de janeiro e temos mais quinze dias de fevereiro para ouvirmos o governo. Queremos mais transparência nessas medidas duras para fechar escolas e a substituição dos vigias por computadores. Nossa pauta atende toda a categoria nas demandas mais urgentes e estamos cobrando a correção das perdas salariais e o reenquadramento escalonado dos servidores da educação”, destacou Rosana Nascimento.
O comando de greve, juntamente com a diretoria, decidiu retomar as mobilizações em todas as instituições de ensino e fortalecer os conselhos escolares para acompanhar a funcionalidade da educação pública.
As principais reivindicações são: VDP de 2015 dos professores; aposentadoria das professoras na última referência; piso dos funcionários profissionalizados (equivalente ao piso do Magistério); equiparação de provisórios e efetivos; carreira dos técnicos concursados; e lei de gestão democrática; licença-prêmio; construção de um calendário de liberação das licenças por município; reordenamento e fechamento de escolas.
O Sinteac tem interesse em discutir outros assuntos como terceirização; segurança nas escolas (vigias); 50% da VDP sem utilizar os critérios de pagamento em março; saúde do trabalhador; reenquadramento de professores e funcionários; criar a tabela dos técnicos profissionalizados; reformulação do PCRR em 2014; piso dos profissionalizados; pagamento da sexta-parte e retroativo; desconto da contribuição sindical; pagamento da diferença do décimo-terceiro salário, entre outros.
FONTE.contilnetnoticias